Conversa de Botequim

Conversa de Botequim

O samba conta a história de um cliente abusado, que exige, em um bar, objetos como caneta, tinteiro, envelope e cartão a um garçom obediente. A narrativa caminha em um tom espirituoso e irônico, com todos os pedidos do freguês sendo seguidos pela expressão “faça-me o favor”; a frase torna as demandas mais difíceis de recusar pois, mesmo absurdas, elas parecem ser feitas com educação.

Para criar essa canção, Noel Rosa (1910-1937) contou com o apoio de um dos seus parceiros mais constantes: Osvaldo Gogliano, conhecido como Vadico (1910-1962).

Apesar de não ter o nome tão reverenciado, Vadico compôs sucessos com outros músicos brasileiros como: Marino Pinto (“Prece” e “Súplica”), Vinícius de Moraes (“Sempre a Esperar”), e ganhou os palcos internacionais quando em 1939 foi para os Estados Unidos apresentar-se com a orquestra de Romeu Silva; em 1940, o artista optou por mudar-se para lá e viveu durante oito anos no país.

Nesse período, ele gravou canções do filme “Uma Noite no Rio” com Carmem Miranda, e se tornou pianista da cantora. Além disso, Vadico compôs “Ioiô” a pedido da Universal Pictures para utilização em outra obra do cinema; ele ainda recebeu um convite dos estúdios Walt Disney para levar música ao desenho animado “Saludos, Amigos”, que apresentou o papagaio Zé Carioca como símbolo do Brasil.  Você sabia de tudo isso?